O Bisttro no Coisas de Teteias!

Olá, doçuras!

coisas de teteias

Blog “Coisas de Teteias”

Contamos um pouquinho sobre a nossa história no blog “Coisas de Teteias” na semana passada! Além da oportunidade de falar com um público diferenciado, ainda demos umas diquinhas de cozinha. Foi uma experiência muito bacana 🙂

Quer conhecer mais sobre nós e de quebra descobrir um blog recheado de novidades sobre o mundo da moda é só clicar aqui. As “teteias” do blog arrasam nas dicas, vale a pena seguir!

Beijocas 😉

Anúncios

Nós no Masterchef Brasil

Olá, doçuras!!

 

O post de hoje tem um gostinho especial pra nós: vamos contar nossa experiência no Masterchef Brasil!

Sim, isso mesmo, você não leu errado. Nós duas participamos (individualmente) das etapas eliminatórias do maior concurso culinário do mundo!

 

Foram mais de 2.500 pessoas inscritas! O processo começou o apoio da nossa prima e maior incentivadora e ouvinte dos nossos blá-blá-blás pós teste, Laís Andrecioli, que nos ligou e disse “se inscrevam!!”. Daí começamos a gravação de um vídeo nosso fazendo uma receita… estilo Ana Maria Braga, sabe!? Se vocês derem uma procurada no Youtube, tem algumas publicações ainda disponíveis por lá. Esse vídeo fazia parte da inscrição inicial, junto com um formulário enorme contando nossa história e relação com a cozinha. Em breve devemos postar nossos vídeos aqui também 😉

Inscrição feita, uns meses depois recebemos uma ligação da produção nos convidando a fazer um teste de vídeo. Nessa etapa, fomos até a produtora do programa e gravamos com eles a entrevista, “empratamos” uma receita e tivemos nosso prato provado uma por Chef profissional. Deu certo, passamos dessa fase! 🙂

Mais algum tempo depois, fomos convidadas a participar da etapa no Pacaembu, que foi parte do vídeo de abertura do programa na Band. Estávamos estre os 300 finalistas, e nesse dia seriam escolhidos os 50 melhores pratos para a próxima fase.Vibramos, tivemos muito frio na barriga, angústia, emoção… foi uma experiência incrível!

Sócias no Masterchef

Sócias do Bisttro do Santo no Masterchef

Foi um dia inteiro dedicado a gravação, muito cansativo, no dia fazia bastante frio em São Paulo, mas ainda assim muitas emoções marcaram esse dia! Momento agradecimento aos nossos apoiadores presentes – Paulo Tripoloni e Felipe Crispim – vocês foram incríveis, obrigada pela paciência nesse dia!!

Infelizmente no resultado final não passamos dos 300, mas nos sentimos enormemente honradas pelo processo todo, por termos nosso talento reconhecido. Saber que competimos com mais de 2.000 pessoas é indescritível. Claro que gostaríamos muito de ter passado, queríamos ter levado pra casa uma colher do Masterchef, mas compreendemos que os 50 finalistas mereceram muito! Só podemos torcer por eles, e desejar boa sorte!

O programa estreou na terça-feira, 2 de Setembro. Para aqueles que não tiveram a oportunidade de assistir, a Band disponibilizou os vídeos na página do programa, que você pode ver aqui. E a nossa participação fica visível neste vídeo aqui, a partir dos 16 minutos.

 

Aos poucos que sabiam, obrigada por torcerem por nós!

Continuamos na torcida pelos demais participantes.

Agora fomos mordidas pelo bichinho do Masterchef!

 

Beijos

Jamie Oliver diz que brigadeiro é uma porcaria… será?

Olá, doçuras!

Vocês devem ter lido por aí muitas matérias e reportagens sobre a polêmica sobre o julgamento de Jamie Oliver sobre o docinho brasileiro mais tradicional: nosso brigadeiro! 

Chef Jamie Oliver

Chef Jamie Oliver

Acabei de ler esta aqui na Folha. E pra quem não viu a reportagem do GNT, também tem um link aqui.

Eu li algumas matérias, vi a reportagem, e sinceramente fiquei chocada com o tipo de críticas nas publicações ou as tentativas de explicações dos “experts” sobre o assunto. Sabe porque? Os que seguem, ou tem o mínimo interesse pelo tipo de culinária a que ele se propõe, ou ainda aqueles que tem um pouquinho de sensibilidade ao verem a matéria, teriam percebido que ofereceram uma variedade razoável de doces pra ele degustar em sequência. Nós mesmos, provando quindim, caldo de cana, açaí, beijinho e brigadeiro, estaríamos provavelmente enjoados com tanto açúcar de uma só vez.

A primeira resposta de Jamie foi “huhnnnn”. Até ele tentando organizar o paladar, na primeira mordida gostou do sabor do doce.

Entre doces “adoçados” e os naturais – no caso açaí e caldo de cana – os naturais ganharam facilmente o paladar do chef, e os demais foram tachados de “porcarias”, porque? Porque o Jamie tem um cultura de alimentação saudável!! Algo que todos nós deveríamos nos preocupar…

Alguém já ouviu falar do “Food Revolution Day” (dia da revolução alimentar)? Trata-se de uma campanha motivada pela Fundação Jamie Oliver, celebrada um dia ao ano (16 de Maio). É um dia pra celebrar a importância de cozinhar um alimento do zero e sensibilizar as pessoas de como isso afeta nossa saúde e a nossa felicidade. A preocupação deles é em especial com as crianças, grandes consumidoras de “porcarias” que acabam se tornando adultos obesos e com vários problemas de saúde.Hoje esse movimento conta com a adesão de 74 países, e os esforços continuam para espalhar essa notícia pelo mundo todo.

A batalha de Jamie começou nas escolas públicas do Reino Unido, onde as refeições matinais das crianças continham leite adoçado e flavorizantes, no almoço nuggets (pra quem já viu o processo de fabricação, os petiscos são fabricados com os restos de frango, gorduras, ossos… segundo Jamie, o que iria pro lixo), e estavam em grande parte com o peso acima da média. Pois ele iniciou realmente uma revolução, mobilizou o estado, as famílias e fez a mudança acontecer! E a preocupação não é apenas com peso, mas também com saúde: a alimentação saudável é boa pro peso, e melhor ainda pra prevenção de doenças. Incrível, certo!?

Então, porque Jamie acha que açaí e caldo de cana são produtos sensacionais? Porque eles são naturais, contém vitaminas, minerais e trazem diversos benefícios pra saúde que os produtos industrializados não fornecem, além de estarem cheios de conservantes, acidulantes, espessantes, aromatizantes… e um monte de outras porcarias que nem imaginamos que estão lá.

Claro que em tudo cabe o bom senso! E sempre vale lembrar que os excessos geralmente trazem prejuízos. Uma dieta equilibrada comporta um doce, comporta um dia de churrascaria, comporta a guloseima da festinha de criança. O que não dá é pra comer todo dia cachorro quente com refrigerante, hambúrguer com batata frita e acreditar que vai viver até os 100 anos com uma saúde de ferro. Ah, isso vai ser difícil…

O próprio chef cozinha massas, tortas, sanduíches, geralmente com opções mais saudáveis e dá super certo. E é por isso que eu, particularmente, adoro o Jamie!

E cabe a cada um de nós procurar o nosso ponto de equilíbrio, nossa parcela de esforço e continuar comendo o que a gente gosta, sem sofrimento, sem exagero e sendo feliz 🙂

Beijos

Receita do dia: panquecas americanas!

Olá, doçuras!!

 

Com esse friozinho que sempre faz nesses dias de Julho (pelo menos aqui em São Paulo anda bem friozinho), sempre dá vontade de comer uma coisa mais “gordinha”. Pensando nisso, resolvi compartilhar mais uma receitinha deliciosa com vocês: as famosas panquecas americanas 🙂

panqueca

Bom, a receita é bem simples, e a satisfação é garantida! Vamos lá?

 

Ingredientes:

3/4 de xícara de farinha de trigo

1 1/2 colher de chá de fermento em pó

1/2 colher de chá de sal

1 colher de sopa de açúcar

3/4 de xícara de leite

1 ovo

2 colheres de sopa de manteiga derretida

 

Como fazer:

Em uma tigela média, peneire a farinha de trigo com o fermento, o sal, o açúcar e reserve.

Na batedeira (ou com um fouet) bata o ovo até obter uma consistência fofa. Acrescente o leite, misturando com a espátula. Transfira para a tigela com a farinha e mexa bem. Junte a manteiga derretida e misture até obter uma massa homogênea.

Aqueça uma frigideira anti-aderente em fogo alto, coloque de 2 a 3 colheres de sopa da massa no centro sem espalhar e cozinhe até que apareçam bolhas na superfície. Reduza o fogo. Com uma espátula vire a panqueca para dourar do outro lado. Quando ficar douradinho, transfira para outra travessa e repita o processo até terminar a massa.

Daí é só se deliciar cobrindo as panquecas com o que mais gostar: calda de chocolate, geléia de frutas, mapple syrup (aquela caldinha americana ralinha e docinha), sorvete. Sua criatividade é que manda!

Essa receita serve pro café da manhã, lanche da tarde, quando bate a vontade da gordice!

Se preferir, faça a massa e guarde na geladeira de um dia pro outro, assim a delicinha já fica pronta pro café do dia seguinte 😉

 

Espero que gostem! Beijo da Ju 🙂

Site: Bisttro do Santo

Querida família Bisttrô do Santo:

 

Há 2 anos e meio atrás sentamos para fazer a primeira conta de quanto seria o valor de um brigadeiro. Pensávamos que este valor não podia ser muito alto, pois todos conhecem o brigadeiro como marca registrada de todas as festinhas, principalmente infantis. E se ele é tão querido assim, não pode ser inacessível à população. Mas quem é que não prefere transformar o que é bom em algo ainda melhor? É como se trocássemos o “arroz e feijão” por um “arroz, feijão, salada, bife e batata frita”.

 

Fizemos cursos e experimentos com produtos selecionados a fim de descobrir como deixar o nosso cliente ainda mais feliz!

 

Depois de alguns testes os resultados foram: “nossssssa, esse é o melhor brigadeiro que eu já comi na minha vida”, “dá vontade de trocar a pipoca por brigadeiro e assistir filmes com um balde deles”, “hummmmm, ele é um doce que não é muito doce, é doce mas na medida”.

 

Agora, criamos um site para que possam conhecer melhor o que amamos fazer: deixar os nossos clientes felizes!

 

Hoje não fornecemos somente o doce. Na verdade, esta é a parte mais fácil do pedido, pois já cozinhamos com os olhos fechados! Rs .. O legal de tudo isso é pensar junto com vocês: como emocionar uma criancinha apaixonada por suas bonecas e ao mesmo tempo enfeitar sua festinha de aniversário com doçuras, impressionar um cliente em um lançamento de um novo produto, agradecer a presença de amigos queridos em um chá bar. São muitas cores, embalagens e formatos que nos ajudam nesse delicioso trabalho.

 

A novidade de hoje é que o nosso site está no ar: http://bisttrodosanto.com.br/

Mais um passo conquistado nessa parceria de irmãs-empreendedoras que não nos faz desistir de tornar nossos sonhos realidade!

 

Philip Kotler já dizia: “se os clientes somente comprassem produtos e não se importassem com os serviços e benefícios afins, e se todos os produtos da categoria fossem os mesmos, todos os mercados seriam dominados pelo preço. Assim, todas as empresas teriam de aceitar o preço criado pelo mercado. A única vencedora seria a empresa de custo mais baixo.”

A construção do site não foi uma tarefa fácil. Levamos meses para ajustá-lo, mas nada mais justo do que nos dedicar a quem torce pelo nosso sucesso e também se delicia com nossas gostosuras: VOCÊS! Aproveitem, compartilhem, curtam, encomendem!

Receita do dia: Bolo de banana e maçã

Imagem

 

Olá, doçuras!

Resolvemos criar uma nova sessão pra agitar esse blog: a receitinha do dia!
A ideia é compartilhamos com vocês as receitinhas gostosas que testamos e aprovamos 🙂

Essa eu tirei de um livro com título ótimo: “Bolo de Vó”, do Senac e é com certeza uma daquelas receitas com gostinho especial, que mesmo sem a sua nonna ter feito essa delícia pra você, com certeza o sabor vai te remeter a um “momento vó”. E o melhor, é super fácil de fazer, vamos lá!

Ingredientes da massa:
3 ovos
1 xícara de leite (eu usei leite de coco)
3 colheres de sopa de margarina
2 xícaras de açúcar
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó
1 banana nanica em rodelas
1 maçã picadinha sem casca

Ingredientes da calda:
1 vidrinho de leite de coco
1 xícara de açúcar

Preparo:
Ligue o forno em temperatura média (em torno de 210º). Unte e enfarinhe uma forma retangular. Peneire a farinha e o fermento em uma tigela. No liquidificador bata os ovos, a manteiga, o açúcar, o leite e a margarina até ficar homogêneo. Misture a massa batida à farinha com um fouet (aquele batedor aramado ótimo pra deixar a massa bem fofinha). Acrescente as frutas, misture delicadamente e despeje a massa na forma. Leve ao forno por cerca de 40 minutos. Assim que assar, retire o bolo do forno, faça furinhos e despeje a calda no bolo ainda quente.

Se resistir, espere esfriar pra provar!
Eu esperei até ficar morninho, e me rendi a dois pedaços de uma vez!! A massa fica super úmida e muito fofinha, além de muito saborosa 🙂

Dica: eu fiz 1/2 receita, e usei a forma de bolo inglês. Assim, pude dividir o vidrinho de leite de coco em dois: usei na massa e na calda, e evitei o desperdício do leite de coco.

Vamos testar? Depois me contem se gostaram!

Beijo da Ju

 

Como fazer meu brigadeiro ter um sabor diferente?

Olá, doçuras!

Já pensaram em como fazer um brigadeiro ter um sabor especial? Com a onda dos brigadeiros gourmets, muitos sabores novos apareceram, e até versões que nem imaginávamos foram criadas.

Então… como criar uma receita especial?

Se dermos uma olhada nas receitas dos sites e blogs especializados, todos os brigadeiros partem de uma receita de brigadeiro básica.  Assim como o beijinho, usa-se uma receita base e acrescentamos o côco. Daí fica fácil criar o sabor que quiser, é só adicionar seu ingrediente favorito, usar a imaginação e criar sua própria versão!

Olha só nossa seleção de sabor diferentes. Que tal arriscar na sua cozinha? Depois conte pra nós 🙂

Ao leite, amendoim, amargo, côco e nozes

Marmitinha sortida: Ao leite, amendoim, amargo, côco e nozes