Jamie Oliver diz que brigadeiro é uma porcaria… será?

Olá, doçuras!

Vocês devem ter lido por aí muitas matérias e reportagens sobre a polêmica sobre o julgamento de Jamie Oliver sobre o docinho brasileiro mais tradicional: nosso brigadeiro! 

Chef Jamie Oliver

Chef Jamie Oliver

Acabei de ler esta aqui na Folha. E pra quem não viu a reportagem do GNT, também tem um link aqui.

Eu li algumas matérias, vi a reportagem, e sinceramente fiquei chocada com o tipo de críticas nas publicações ou as tentativas de explicações dos “experts” sobre o assunto. Sabe porque? Os que seguem, ou tem o mínimo interesse pelo tipo de culinária a que ele se propõe, ou ainda aqueles que tem um pouquinho de sensibilidade ao verem a matéria, teriam percebido que ofereceram uma variedade razoável de doces pra ele degustar em sequência. Nós mesmos, provando quindim, caldo de cana, açaí, beijinho e brigadeiro, estaríamos provavelmente enjoados com tanto açúcar de uma só vez.

A primeira resposta de Jamie foi “huhnnnn”. Até ele tentando organizar o paladar, na primeira mordida gostou do sabor do doce.

Entre doces “adoçados” e os naturais – no caso açaí e caldo de cana – os naturais ganharam facilmente o paladar do chef, e os demais foram tachados de “porcarias”, porque? Porque o Jamie tem um cultura de alimentação saudável!! Algo que todos nós deveríamos nos preocupar…

Alguém já ouviu falar do “Food Revolution Day” (dia da revolução alimentar)? Trata-se de uma campanha motivada pela Fundação Jamie Oliver, celebrada um dia ao ano (16 de Maio). É um dia pra celebrar a importância de cozinhar um alimento do zero e sensibilizar as pessoas de como isso afeta nossa saúde e a nossa felicidade. A preocupação deles é em especial com as crianças, grandes consumidoras de “porcarias” que acabam se tornando adultos obesos e com vários problemas de saúde.Hoje esse movimento conta com a adesão de 74 países, e os esforços continuam para espalhar essa notícia pelo mundo todo.

A batalha de Jamie começou nas escolas públicas do Reino Unido, onde as refeições matinais das crianças continham leite adoçado e flavorizantes, no almoço nuggets (pra quem já viu o processo de fabricação, os petiscos são fabricados com os restos de frango, gorduras, ossos… segundo Jamie, o que iria pro lixo), e estavam em grande parte com o peso acima da média. Pois ele iniciou realmente uma revolução, mobilizou o estado, as famílias e fez a mudança acontecer! E a preocupação não é apenas com peso, mas também com saúde: a alimentação saudável é boa pro peso, e melhor ainda pra prevenção de doenças. Incrível, certo!?

Então, porque Jamie acha que açaí e caldo de cana são produtos sensacionais? Porque eles são naturais, contém vitaminas, minerais e trazem diversos benefícios pra saúde que os produtos industrializados não fornecem, além de estarem cheios de conservantes, acidulantes, espessantes, aromatizantes… e um monte de outras porcarias que nem imaginamos que estão lá.

Claro que em tudo cabe o bom senso! E sempre vale lembrar que os excessos geralmente trazem prejuízos. Uma dieta equilibrada comporta um doce, comporta um dia de churrascaria, comporta a guloseima da festinha de criança. O que não dá é pra comer todo dia cachorro quente com refrigerante, hambúrguer com batata frita e acreditar que vai viver até os 100 anos com uma saúde de ferro. Ah, isso vai ser difícil…

O próprio chef cozinha massas, tortas, sanduíches, geralmente com opções mais saudáveis e dá super certo. E é por isso que eu, particularmente, adoro o Jamie!

E cabe a cada um de nós procurar o nosso ponto de equilíbrio, nossa parcela de esforço e continuar comendo o que a gente gosta, sem sofrimento, sem exagero e sendo feliz 🙂

Beijos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s